5 razões para você deixar de usar e-mails no reply


Muitas empresas ainda utilizam endereços de e-mail “no reply” em suas campanhas de e-mail. Trata-se de um tipo de conta criada para o envio de e-mails, porém sempre fomentando uma comunicação unilateral, uma vez que como o próprio endereço diz, não serão aceitas mensagens de resposta encaminhadas para estas contas.

Os motivos são variados, para explicar a utilização deste tipo de conta, desde “ninguém responde aos meus e-mails”, “não desejo receber e-mails comerciais em minha caixa de entrada” ou “não quero receber uma grande quantidade de e-mails quando estiver fora do escritório”. Nenhuma destas razões é convincente, uma vez que de acordo com as boas práticas do e-mail marketing, endereços de e-mail “no reply” danificam a reputação da empresa, entre outras desvantagens. Vamos analisar agora os principais perigos:

1.- Mais reclamações sobre spam. Algumas pessoas que receberem o e-mail decidirão cancelar o recebimento da sua newsletter. Estas pessoas podem tentar cancelar o recebimento das mensagens respondendo a mensagem, porém serão surpreendidas com o fato de o endereço em questão não aceitar respostas.

Talvez estes usuários nem cheguem a responder a mensagem ao perceberem que trata-se de uma caixa de entrada não monitorada. Nestes casos, o usuário que não estiver muito satisfeito com as mensagens recebidas ficará ainda mais frustrado ao não poder entrar em contato com a empresa respondendo a mensagem. Muito provavelmente este usuário acabará marcando sua newsletter como spam, o que irá prejudicar muito suas futuras campanhas de e-mail marketing. Lembre-se que a equipe da VIAATIVA sempre recomenda que o processo de cancelamento seja o mais fácil possível, para que sua lista de contatos contenha apenas usuários interessados em receber suas newsletters.

2. Receber e-mails fora do escritório: Talvez esta seja uma das razões para algumas pessoas optarem por e-mails sem resposta, para evitar ter que atender as solicitações dos usuários. Por exemplo para evitar ter que responder aos e-mails em horas não desejadas, ou para que a caixa de entrada não ultrapasse o limite máximo, no caso de o responsável precisar ausentar-se ou estar de férias.

Apesar disso, é importante pensar no quão útil um e-mail de resposta pode ser, uma vez que é uma boa fonte de informação. Por exemplo, pode oferecer-lhe dados relevantes para manter a lista de contatos atualizada, retirando endereços de funcionários que já não trabalham em uma determinada empresa, ou apenas pessoas que não desejam mais receber a newsletter e desejam informar por e-mail. Se você deseja gerenciar melhor sua caixa de entrada, pode criar filtros que permitam discriminar respostas automáticas ou outro tipo de mensagens semelhantes.

Manter atualizada sua base de dados de contatos, poderá ajudar a aumentar a taxa de visualizações e o ajudará a não ser pego por spam traps, de fato, estes endereços “no reply” em alguns casos são utilizados como spam traps, então é interessante verificar se sua própria base de dados não contém este tipo de endereços.

3. Os usuários não adicionam e-mails “no reply” em sua lista de contatos: Uma das melhores maneiras de certificar-se que seu cliente sempre irá receber as mensagens na caixa de entrada é fazer com que o cliente adicione o endereço de e-mail ao catálogo de endereços, como explicado em outros artigos. Porém certamente ninguém irá adicionar ao catálogo de endereços um e-mail que não é monitorado. Além disso, se você incentivar seus contatos a adicionarem seu e-mail ao catálogo de endereços, é mais provável que provedores como o Yahoo e o Gmail adicionem seu domínio na lista de endereços confiáveis.

4. Não permitidos em alguns países: Alguns países europeus, Por exemplo, exigem que a empresa informe um endereço de contato para ser utilizado em caso de dúvidas. De fato, os principais provedores como a Mailrelay obrigam os usuários a inserirem um endereço de e-mail de contato válido e funcional para cumprir com as normas internacionais.

5. Questão de arrogância? Para muitos usuários, um endereço de e-mail deste tipo é visto como um gesto arrogante. Isto porque, ver ao início da mensagem algo como “por favor, não responda a esta mensagem” traz uma sensação de que a empresa que envia o e-mail não se importa com o que o destinatário tem a dizer. Basicamente este tipo de e-mail passa subjetivamente a mensagem de que o usuário precisa ouvir o que a empresa tem a dizer, mas não tem interesse em saber o que o cliente pensa.

Estas razões são mais do que suficientes para você não utilizar este tipo de endereço de e-mail em suas campanhas. Todas estas informações tem como base principal uma das regras mais importante do marketing: Escutar os usuários e facilitar ao máximo o processo de comunicação, visando um serviço de excelência.


Você achou esse artigo útil?